Angical do Piauí, crucificar para enganar

Desde sábado as baterias de Maria Neta não poupam o empresário Mauricio Soares. Isso porque sua mulher solicitou o auxílio emergencial. O empresário confidenciou ao Portal que assim que soube do fato, conversou com a esposa e resolveram devolver o recurso. Em nota ontem, Mauricio asseverou ter certeza de que ela não teve má intenção e o que erro foi reparado com a devolução do recurso.

A pergunta que fica é: por que o grupo da prefeita tenta crucificar a esposa de Mauricio? Será que este é o grande problema de Angical? É para isso que pagamos os impostos que bancam a prefeita no cargo? Não seria muito mais grave, para ficar num exemplo, o episódio de seu filho andando com um facão na cintura para tentar intimidar pesquisadores que apenas faziam seu trabalho, o de ouvir a população? Por que este medo da opinião popular? Não seria mais importante que a prefeita dedicasse seu tempo para melhorar o atendimento da população diante das ameaças do Covid? Ou ainda ajudar a resolver o problema da insegurança, que ameaça comerciantes e o povo de Angical?

A tática de Maria Neta e seu grupo é o da “cortina de fumaça”. Tentam transformar um episódio isolado, um ponto fora da curva, um erro que já foi sanado, em algo importante para desviar a atenção do que efetivamente interessa ao povo: a péssima gestão que ela vem fazendo.

E por que atacar Mauricio Soares? Porque todos sabem que os geradores de emprego e oportunidades em Angical querem ver mudança – há um clamor em torno da pré-candidatura de Bruno Neto. Esta é apenas mais uma manobra da Prefeita, que já pode ir contando os dias até a eleição.

 

Fonte: Portal Notícia Diária

Comentários no Facebook